Novidades

Revivendo caminhos percorridos na Diocese de Pelotas-RS

De 19 a 27 de novembro, Madalena e Eu estivemos na Diocese Anglicana de Pelotas-RS, a convite do Movimento Cursilho de Cristandade, que celebrava 15 anos de sua instalação. Como havia sido eu quem instaurou o Movimento no período em que ali era o bispo anglicano, tiveram a ideia de convidar-nos para rever amigos e amigas e paisagens depois de 10 anos de nossa volta para o Nordeste.  

Fomos cordialmente recebidos pelo bispo diocesano dom Renato Raatz e tivemos a oportunidade de visitar a Associação Amar, fundada por Madalena enquanto coordenadora da Ação Social diocesana. Aquela sede nos levou a reviver lembranças muito caras de um período bonito de articulação dos vários projetos sociais, de renovação de métodos, promovendo a participação das pessoas beneficiárias e a interação das pessoas que colaboravam em regime de voluntariado, além das relações de parceria com ONGs e com o Poder Público. Fomos recebidos com um almoço festivo e tivemos a alegria de constatar que os projetos sociais continuam e alguns até se ampliaram.

Visitamos a comunidade rural de são João Batista, no município de Canguçu, reencontramos irmãos e irmãs de nossa época e pessoas novas que agora são membros da Igreja. Foi comovente reabraçar dona Eva Onélia, ela e sua família, colunas da Igreja naquele lugar. Agora a reverenda Izabel Rodrigues, diácona é a responsável pela comunidade. Lembro-me bem de seu tempo de estudante de teologia, a mais estudiosa e mais responsável, com Vitória da Graça nos braços, que hoje é a responsável pela música e grande colaboradora do Ministério de sua mãe. Constatamos o entusiasmo do povo na construção do novo templo. Compartilhamos em meio a alegria coletiva o lanche da tarde, generosamente trazido por irmãos e irmãs da comunidade. No sábado 26, nas dependências da Paróquia de são João Batista, em Pelotas, reunimo-nos para  momento de oração e reflexão sobre as razões da fundação do Cursilho  e sua missão de promover o protagonismo do povo leigo na Igreja.  Em seguida, celebramos com muita alegria os 15 Anos do Movimento, com direito a Valsa de 15 anos, cantigas e danças e muitas flores. Terminamos com o juntar acompanhado de música gaúcha.

Domingo 27, celebramos o primeiro domingo do Advento na Paróquia da Santíssima Trindade. Após o culto eucarístico, presidido por mim, que também preguei, tivemos almoço festivo, seguido do “Festival Clave de Fé”, com apresentação de grupos de música de nossa Igreja e   de várias outras, caracterizando-se como evento ecumênico de louvor e bom gosto. Emocionante a apresentação de crianças da Coxilha dos Campos, Paróquia de Santo André, cujo responsável é Rudney Borges, o qual é testemunha viva da ação da graça de Deus que lhe foi trazida pelo Cursilho. É de salientar, finalmente, a liderança do Secretariado do Cursilho   coordenado por Silvio, e o empenho do casal Cêres e Prudêncio Meireles, na coordenação do evento. Recordamos com emoção como o Cursilho tem dinamizado a Diocese e aberto novos horizontes de relação da Igreja com a Sociedade (agora trabalhando a grave questão do meio ambiente, particularmente a preocupação com a extinção dos insetos polinizadores, como abelhas e borboletas, essenciais para a agricultura). É de salientar que a Diocese de Pelotas, em   ação missionária, levou o Movimento de Cursilho para as vizinhas dioceses de Porto Alegre e de Santa Maria.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

E-mail de Isabel:

Dom Sebastião!
Nós todos(as) ficamos imensamente felizes, nossa alegria não tem dimensão e rendemos nossa profunda gratidão, ao Sr. e Dona Madalena, por tirarem um dia do seu precioso tempo para nos presentear com sua visita, inclusive enfrentando estrada de chão para celebrar com nosso povo humilde. Sei que poderiam ter visitado outras pessoas, outros revds. comunidades de mais importancia da diocese. Mas atendeu ao convite da mais humilde ministra e acolheu uma comunidade das mais simples de nossa diocese . MUITO OBRIGADA!! Aqui estou enviando algumas fotos de sua abençoada visita.
Um grande abraço ao Sr e Dona Madalena, meu e da Vitória.
Isabel

About Sebastião Armando (170 Articles)
Nascido em São Miguel dos Campos, Alagoas, de família cristã, terceiro de cinco filhos, Dom Sebastião Armando Gameleira Soares fez seus estudos secundários no Seminário Metropolitano de Maceió e estudos de Filosofia no Seminário de Olinda, Pernambuco. Obteve o bacharelado e o mestrado em Teologia na Universidade Gregoriana, de Roma, com dissertação sobre Santo Anselmo, Arcebispo de Cantuária. Obteve também o mestrado em Ciências Bíblicas, no Instituto Bíblico, de Roma, com dissertações sobre o Livro dos Salmos e o Livro de Isaías, e o mestrado em Filosofia na Universidade Lateranense, de Roma, com dissertação sobre a obra do filósofo brasileiro Henrique de Lima Vaz. Ainda em Roma, fez Especialização em Sociologia, na Universidade dos Estudos Sociais, com trabalho sobre a obra de Gilber to Freyre. É também bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Olinda.No Nordeste, por vários anos, foi professor do Instituto de Teologia do Recife-ITER, do qual foi também Diretor de Estudos. Foi assessor membro da equipe do Departamento de Pesquisa e Assessoria-DEPA para formação teológica. Foi assessor da CNBB e da CRB do Nordeste II. É membro do Centro de Estudos Bíblicos-CEBI, do qual foi diretor nacional e coordenador do Programa de Formação. Foi ordenado presbítero na Comunhão Anglicana em 1997, já sendo professor e reitor do Seminário Anglicano no Recife. Em 1998 participou da Conferência de Lambeth, encontro mundial do episcopado anglicano, em Cantuária, na Inglaterra, como membro da equipe de assessoria no tema "Evangelização", convidado pelo Arcebispo de Cantuária, por indicação dos Bispos do Brasil. Foi eleito bispo no ano 2000 para a Diocese Anglicana de Pelotas-RS, e em 2006 eleito para a Diocese Anglicana do Recife (Região Nordeste). Em 2008, voltou a participar da Conferência de Lambeth, dessa vez já como bispo. Tornou-se emérito em dezembro de 2013. É casado há 42 anos com Maria Madalena, também alagoana. assistente social, com quem tem três filhas e um filho. Hoje se dedica particularmente ao Ministério da Palavra (estudos bíblicos e teológicos, em especial Leitura Popular da Bíblia, Anglicanismo, Escolas de Fé e Política, e Espiritualidade) em fronteira ecumênica, e junto com Madalena coordena um projeto social ("Casa Ecumênica - Crer & Ser") com crianças e suas famílias, no Alto do Moura, em Caruaru-Pernambuco, Brasil.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*