Novidades

Leitura Popular da Bíblia: Dois mundos, um só olhar, um só sentir.

Neste mês de setembro, dedicado a Bíblia, fui à Itália como participante no Encontro italiano de representantes de grupos que praticam a Leitura Popular da Bíblia. O Encontro aconteceu na sede do Centro Unitário Missionário da Conferência Episcopal Italiana (nacional), na cidade de Verona. Eles estão celebrando na Itália os 25 anos desde que começaram a exercitar esse método de leitura da Bíblia. Tem grupos em diversas cidades da Itália. Receberam esse método de leitura da experiência brasileira do CEBI (Centro de Estudos Bíblicos). Por isso algumas pessoas do Brasil mantêm ligação com o pessoal daqui. Desta vez havia quatro de nós ajudando na assessoria: Tea Frigerio, Maria Soavi, e Sandro Galazzi, todos os três italianos que já vivem no Brasil há muitos anos. Estava convidada uma pastora luterana brasileira que infelizmente não pode vir. E eu. Eu já tinha estado com o pessoal daqui no ano 2000 junto com Madalena Soares. Naquele ano participamos do encontro desses grupos de Leitura Popular da Bíblia e em seguida, junto com a Irmã Tea, assessorei um encontro de estudo bíblico para catequistas numa diocese católica na Ilha da Sardenha. Desta vez agora me coube desenvolver o tema da centralidade dos pobres na Bíblia e como a existência dos pobres representa o julgamento de Deus sobre a sociedade edificada sobre a injustiça e a opressão.

No encontro havia um grupo de pessoas da Suécia que também conheceram o CEBI e têm praticado a Leitura Popular da Bíblia. Aparecem nas fotos com uma moça vestida de cor de rosa que é a intérprete: são da Igreja Luterana da Suécia, um pastor e uma pastora (ela está vestida de escuro); um leigo é uma leiga; e duas seminaristas mulheres, uma delas é a tradutora (intérprete), é italiana e vive na Suécia. Como dá para ver a Leitura Popular da Bíblia vai se espalhando devagarinho também em grupos da Europa, tanto católicos como protestantes.

Depois do encontro minha jornada por esses dias ainda é de contacto com outros grupos, aqui na região mais ao Norte onde estou e em seguida em Roma. Sem dúvidas, uma experiência singular enquanto partilha da Palavra sob perspectivas de um olhar afroameríndio junto a comunidades e irmãos e irmãs bem mais antigos e que conosco são escutante do Senhor e Sua Palavra na esteira da profecia e do pobre sob os óculos da Leitura Popular da Bíblia. Aqui, como em nossas comunidades brasileira, o Espírito tem feito maravilhas.

About Sebastião Armando (176 Articles)
<p>Nascido em São Miguel dos Campos, Alagoas, de família cristã, terceiro de cinco filhos, Dom Sebastião Armando Gameleira Soares fez seus estudos secundários no Seminário Metropolitano de Maceió e estudos de Filosofia no Seminário de Olinda, Pernambuco. Obteve o bacharelado e o mestrado em Teologia na Universidade Gregoriana, de Roma, com dissertação sobre Santo Anselmo, Arcebispo de Cantuária. Obteve também o mestrado em Ciências Bíblicas, no Instituto Bíblico, de Roma, com dissertações sobre o Livro dos Salmos e o Livro de Isaías, e o mestrado em Filosofia na Universidade Lateranense, de Roma, com dissertação sobre a obra do filósofo brasileiro Henrique de Lima Vaz. Ainda em Roma, fez Especialização em Sociologia, na Universidade dos Estudos Sociais, com trabalho sobre a obra de Gilber<br /> to Freyre. É também bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Olinda.No Nordeste, por vários anos, foi professor do Instituto de Teologia do Recife-ITER, do qual foi também Diretor de Estudos. Foi assessor membro da equipe do Departamento de Pesquisa e Assessoria-DEPA para formação teológica. Foi assessor da CNBB e da CRB do Nordeste II. É membro do Centro de Estudos Bíblicos-CEBI, do qual foi diretor nacional e coordenador do Programa de Formação. Foi ordenado presbítero na Comunhão Anglicana em 1997, já sendo professor e reitor do Seminário Anglicano no Recife. Em 1998 participou da Conferência de Lambeth, encontro mundial do episcopado anglicano, em Cantuária, na Inglaterra, como membro da equipe de assessoria no tema “Evangelização”, convidado pelo Arcebispo de Cantuária, por indicação dos Bispos do Brasil. Foi eleito bispo no ano 2000 para a Diocese Anglicana de Pelotas-RS, e em 2006 eleito para a Diocese Anglicana do Recife (Região Nordeste). Em 2008, voltou a participar da Conferência de Lambeth, dessa vez já como bispo. Tornou-se emérito em dezembro de 2013. É casado há 42 anos com Maria Madalena, também alagoana. assistente social, com quem tem três filhas e um filho. Hoje se dedica particularmente ao Ministério da Palavra (estudos bíblicos e teológicos, em especial Leitura Popular da Bíblia, Anglicanismo, Escolas de Fé e Política, e Espiritualidade) em fronteira ecumênica, e junto com Madalena coordena um projeto social (“Casa Ecumênica – Crer & Ser”) com crianças e suas famílias, no Alto do Moura, em Caruaru-Pernambuco, Brasil.</p>

1 Comment on Leitura Popular da Bíblia: Dois mundos, um só olhar, um só sentir.

  1. Abdalaziz de Moura // 07/09/2017 em 9:17 pm // Responder

    Bom proveito nesta viagem. Itália e Brasil são dois países onde as pessoas são abertas e acolhedoras e tem muita capacidade de se apoiarem reciprocamente. Fiquei feliz em ver sua voto com Emília e Ester, duas figuras baluartes de muitos intercâmbios. Abraço.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*