Novidades

A Leitura da Bíblia em nossa vida

  1. lendoabibliaSabemos que a Bíblia tem de ser lida em íntima relação com a nossa vida de cada dia, pois Deus é vivo e está presente hoje ao nosso lado nos iluminando com o seu Espírito Santo. O Espírito Santo nos ajuda a conhecer sempre mais a palavra de Jesus e a vontade de nosso Pai. É isto o que nos diz Jesus em Jo 14,15-21; 14,23-26. Jesus diz claramente que não se trata apenas de recordar Suas palavras ditas antigamente, mas de ter a Sua Palavra hoje, porque Deus  está conosco hoje e o seu Espírito nos conduz a perceber agora a Verdade de Deus, o seu Caminho no qual caminhamos com Jesus.
  1. O livro da Bíblia guarda para nós o testemunho da caminhada das pessoas e do povo antigo que nos precederam na fé e por isso são modelo e guia para nós. A Bíblia serve para nos ensinar  e nos formar para sabermos  como é que se escuta Deus e como se segue a Sua vontade. É como uma escola para a gente aprender o caminho dos propósitos de Deus. É o que nos ensina o apóstolo Paulo: 2Tm 3,14-16. Até  os exemplos negativos que a Bíblia nos traz estão aí para nos guiar e prevenir: Hebr 4,11 (depois que fala de um fato de desobediência do povo a Deus).
  1. Para isso é preciso que a leitura da Bíblia seja uma leitura fiel e obediente ao texto. Cada pessoa não pode enxergar o que quer e inventar a mensagem que deseja. É por isso que tem tanta confusão de interpretação da Bíblia. Cada qual quer arrastar brasa para sua sardinha. Para evitar isso é preciso estudar os textos, estudar a história daquele povo que escreveu esses textos, ver com atenção o que eles querem realmente dizer. Não se pode ler o que se quer achar… É o que nos ensina também o apóstolo Pedro em sua carta:  2 Pd 3,14-18; 1,19—2,3.
  1. Cada pessoa é chamado(a) por Deus a examinar as Escrituras no silêncio consigo mesmo(a), no segredo de sua relação com Deus (cf. Mt 6, 5-6), ler, com atenção, estudar e escutar Deus. É muito importante reservar um tempo em casa cada dia para fazer a leitura e os estudos das Escrituras. Mas a mente de cada pessoa é  sempre limitada. A leitura pessoal deve ser sempre completada pela leitura em comunidade. Esta é a melhor leitura, pois o livro da Bíblia foi feito pela comunidade e só uma verdadeira comunidade pode compreendê-lo bem. Além disso, o Espírito Santo, nós o recebemos na medida em que participamos da família de Deus que é a comunidade de Jesus, a Igreja. Isto é assim porque cada membro do Corpo é alimentado pela seiva que está fazendo crescer e está dando saúde ao corpo. Ora, a seiva é o Espírito Santo, e nós só recebemos o Espírito de Jesus se estamos inseridos(as) no Seu Corpo que é a comunidade. A leitura pessoal  é incompleta e pode até ser muito perigosa, pois  pode nos levar para os desvios de que  fala São Pedro: “fábulas, falsidades, falsas profecias…
  1. A Bíblia, porém, nos leva ainda mais adiante, nos ensina qual é o propósito de Deus para todo o mundo, para toda a sociedade humana, para a vida das pessoas e de todos os povos. Por isso a leitura da Bíblia  não pode ser fechada apenas na comunidade. Temos de ler a Bíblia com o nosso olhar voltado para a sociedade, para os problemas e as necessidades do mundo. Olhar as necessidades de nossos vizinhos de nossa rua, de nosso bairro, de nossa cidade, de nosso país, do mundo. Se somos filhos e filhas de Deus, se temos o Espírito de Deus, temos de ter em nós os olhos  de Deus e o coração de Deus, para estar interessados(as) em tudo o que diz respeito à vida das pessoas. Se o mundo é a grande casa de Deus criador, é a nossa casa também. A casa da nossa família é só um pequeno cômodo desta casa bem maior que é a terra inteira. A leitura da Bíblia tem de ser feita com os olhos nos problemas e nas necessidades do povo todo, do povo de perto de os e do povo de longe de nós, pois somos todos e todas uma só família de Deus em toda a terra…
  1. Assim, a leitura da Bíblia tem de ser:

Obediente ao Texto que nos revela o propósito divino;

Intensamente pessoal, envolvendo a própria experiência de vida, com  coração, mente e projetos de ação

Em Comunidade, com escuta, diálogo e participação;

Com os olhos voltados para a sociedade, sem ficar fechado(a) na comunidade da Igreja, com projetos coletivos de transformação do mundo.

  1. Para isso é preciso que a gente tenha três atitudes fundamentais que são as colunas de nossa vida de pessoas convertidas a Cristo. Nos ambientes da Leitura Popular e Comunitária da Bíblia, particularmente no Centro de Estudos Bíblicos – CEBI, costumamos sempre nos lembrar destas atitudes:

MÍSTICA:  fidelidade a Deus, vivendo do Seu mesmo Espírito, assimilando  o Seu jeito de ser. Para isso é muito importante nossa vida de ora-              cão e de meditação e de exame de nossos comportamentos.

SOLIDARIEDADE: temos de formar uma só família. Só assim somos realmente comunidade. Temos de ter atenção umas pessoas às outras, co – mo irmãos e irmãs, e olhar em volta e enxergar as pessoas e grupos     necessitados;

JUSTIÇA : temos de ter o mesmo desejo de Deus em relação à vida do povo, de todos os povos. Todos os profetas  e as profetisas da Bíblia nos dizem que esse é o maior desejo  de Deus em relação à vida  da humanidade na terra.

Por isso, para a Bíblia o pecado contra a justiça, a fome, a opressão, a  humilhação das pessoas, a corrupção que arranca o pão de tanta gente, tudo isso – é o pior pecado, pois é a profanação  da imagem de Deus que está nas pessoas, é idolatria, é preferir adorar outros deuses..

Essas três atitudes têm de estar entrelaçadas. Uma tem de andar com as outras duas. Sem a solidariedade e a justiça a gente não pode ser fiel ao Deus verdadeiro, cai na idolatria e na falsa mística, tem uma piedade, alienada. Sem a  mística e a justiça a solidariedade vira só  ajuda imediata, alívio passageiro, que engana  as pessoas e não ajuda a descobrir as causas mais profundas de suas necessidades e de seus sofrimentos.  Sem a mística e a solidariedade a luta pela justiça fica somente uma  luta dura, sem coração. Fica só uma luta política que quer mudar o mundo, mas já não presta mais atenção às pessoas concretas. Degenera em luta pelo poder… É preciso ter sempre juntas a mística, a solidariedade e a justiça como atitudes fundamentais para que a leitura da Bíblia seja  correta e nos leve a perceber  realmente qual é a vontade de Deus em nossa vida hoje.

Vamos buscar cultivar essas três atitudes e orar para pedir a Deus que as torne sempre mais profundas em nós: MÍSTICA, SOLIDARIEDADE e JUSTIÇA, como as três colunas de nossa espiritualidade, de tal forma que possamos ler a Bíblia como ato profundo de nossas pessoas, mas também em comunidade e com os olhos voltados para a situação do povo na sociedade e em todos os povos.

Dom Sebastião Armando
Escola Bíblica – Alto do Moura, Caruaru, PE, Setembro, 2015

About Sebastião Armando (176 Articles)
<p>Nascido em São Miguel dos Campos, Alagoas, de família cristã, terceiro de cinco filhos, Dom Sebastião Armando Gameleira Soares fez seus estudos secundários no Seminário Metropolitano de Maceió e estudos de Filosofia no Seminário de Olinda, Pernambuco. Obteve o bacharelado e o mestrado em Teologia na Universidade Gregoriana, de Roma, com dissertação sobre Santo Anselmo, Arcebispo de Cantuária. Obteve também o mestrado em Ciências Bíblicas, no Instituto Bíblico, de Roma, com dissertações sobre o Livro dos Salmos e o Livro de Isaías, e o mestrado em Filosofia na Universidade Lateranense, de Roma, com dissertação sobre a obra do filósofo brasileiro Henrique de Lima Vaz. Ainda em Roma, fez Especialização em Sociologia, na Universidade dos Estudos Sociais, com trabalho sobre a obra de Gilber<br /> to Freyre. É também bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Olinda.No Nordeste, por vários anos, foi professor do Instituto de Teologia do Recife-ITER, do qual foi também Diretor de Estudos. Foi assessor membro da equipe do Departamento de Pesquisa e Assessoria-DEPA para formação teológica. Foi assessor da CNBB e da CRB do Nordeste II. É membro do Centro de Estudos Bíblicos-CEBI, do qual foi diretor nacional e coordenador do Programa de Formação. Foi ordenado presbítero na Comunhão Anglicana em 1997, já sendo professor e reitor do Seminário Anglicano no Recife. Em 1998 participou da Conferência de Lambeth, encontro mundial do episcopado anglicano, em Cantuária, na Inglaterra, como membro da equipe de assessoria no tema “Evangelização”, convidado pelo Arcebispo de Cantuária, por indicação dos Bispos do Brasil. Foi eleito bispo no ano 2000 para a Diocese Anglicana de Pelotas-RS, e em 2006 eleito para a Diocese Anglicana do Recife (Região Nordeste). Em 2008, voltou a participar da Conferência de Lambeth, dessa vez já como bispo. Tornou-se emérito em dezembro de 2013. É casado há 42 anos com Maria Madalena, também alagoana. assistente social, com quem tem três filhas e um filho. Hoje se dedica particularmente ao Ministério da Palavra (estudos bíblicos e teológicos, em especial Leitura Popular da Bíblia, Anglicanismo, Escolas de Fé e Política, e Espiritualidade) em fronteira ecumênica, e junto com Madalena coordena um projeto social (“Casa Ecumênica – Crer & Ser”) com crianças e suas famílias, no Alto do Moura, em Caruaru-Pernambuco, Brasil.</p>

1 Comment on A Leitura da Bíblia em nossa vida

  1. Eduardo Hoornaert // 17/09/2015 em 12:18 am //

    O texto é claro e muito educativo. Aí estão os pontos principais de uma leitura da Bíblia que supere os fundamentalismos, infelizmente tão divulgados nos dias de hoje, e que ameaçam inundar os diversos campos do universo cristão hoje. Merece ampla divulgação.

Comentários não permitidos